Bem-vindos à Igreja Evangélica Comunidade Encontros com Jesus

A EVANGELIZAÇÃO 1

Mateus 7:21-23

ACEITAR E ASSUMIR JESUS COMO SENHOR E SALVADOR

     Vivemos num tempo em que a mera profissão de fé, feita pela boca, é considerada salvação. Os supostos convertidos não recebem a orientação para nivelar suas vidas pela PALAVRA DE DEUS, a estes é passada apenas uma informação: “Desde que vocês fizeram uma decisão, estão salvos eternamente”. No entanto a PALAVRA DE DEUS ensina claramente que a salvação não é apenas uma decisão, ou uma simples confissão de fé verbal baseada apenas no conhecimento intelectual de algumas verdades bíblicas.

     Prestemos atenção à advertência que Jesus nos faz em Mateus 7:21-23.

     Essas palavras são muito duras, porém são perscrutadoras, vão lá dentro de nós para provar o que realmente somos. O Senhor nos adverte: “UMA PESSOA PODE CHEGAR A RECONHECER-ME COMO CRISTO E MESTRE, E ATÉ MESMO CONCORDAR QUE SOU FILHO DE DEUS, E ÚNICO SALVADOR; E AINDA ASSIM ESTAR PERDIDA! ALÉM DISSO PODE ATÉ CHEGAR AO PONTO DE PROFESSAR-ME COMO SENHOR ABERTAMENTE TODOS OS DIAS (SENHOR, SENHOR!) E AINDA ASSIM PODERÁ OUVIR DE MIM NO DIA FINAL: 'APARTA-SE DE MIM, PORQUE EU NÃO LHE CONHEÇO."

     Sim Jesus Cristo declara aqui que um mero reconhecimento intelectual da verdade a respeito da sua pessoa, que gera uma mera profissão verbal de que somos seus discípulos, nada significa; a não ser que seja comprovadamente o resultado do verdadeiro arrependimento e da genuína conversão. E a não ser também, que seja acompanhado pelo desejo e prática, interior e exterior, de cumprir a VONTADE DO PAI.

OBS.: A PALAVRA DE DEUS NOS CONVOCA EM II Cor. 13:5 a nos examinarmos. 

NOTA: SHELTON JR. Diz em seu livro “A DECISÃO POR CRISTO O QUE ISTO SIGNIFICA?” que há pelo menos quatro (4) tipos de cristãos, a saber: Os cristãos nominais.

     Os cristãos formais.

     Os cristãos enganados.

     Os cristãos verdadeiros.Vamos ver na vida prática, e sobre tudo no texto bíblico, se isso é verdade mesmo.

     Os cristãos nominais São aqueles que têm apenas o nome de cristãos, e nada mais. Nasceram em um país onde o cristianismo é a religião predominante, e onde é considerado um sinal de respeitabilidade frequentar reuniões supostamente cristãs. Então vão a igreja de vez em quando por ocasião de festas, programas especiais, etc... E por isso se consideram cristãos e até mesmo dizem que se houver pessoas que vão para o céu, por certo, eles serão incluídos entre os tais.

Continue Lendo . . .

A EVANGELIZAÇÃO 2

A OS EVANGELHOS E A VOLTA DE JESUS

     A nota dominante e repetida nos EVANGELHOS é exatamente esta Jesus virá segunda vez. Nesses quatro primeiros livros do Novo Testamento Jesus nos ensina que:

          1) O Filho do Homem (Jesus) virá com Seus Anjos na Glória do Pai (Mateus 16:27);

          2) Em Marcos 14:62, Jesus disse ao sumo sacerdote que este veria o Filho do Homem assentado a direita do Poder e vindo com as nuvens;

          3) Jesus repetiu várias vezes aos seus ouvintes e Seus discípulos que, vivessem sempre preparados, esperando a Sua Volta, pois Ele viria num momento inesperado (Mateus 24:42; Lucas 12:40). Ainda falou da BEM-AVENTURANÇA (grande felicidade) daqueles servos a quem Ele encontrar fieis em Sua Vinda (Lucas 12:37,43);

          4) Depois de descrever alguns dos sinais que precederiam Sua Vinda, Jesus disse: “Quando essas coisa começarem acontecer, EXULTAI e LEVANTAI as vossas cabeças, porque a vossa redenção se aproxima” (Lucas 21:28);

          5) A palavra mais consoladora de Jesus nas Suas despedidas dos discípulos foi: “VIREI OUTRA VEZ E VOS LEVAREI PARA MIM MESMO” (João 14:3).

     Em atos temos o magnífico quadro do capítulo 1:9-11. Atos 17:31 é também uma referência.

     a- O Apóstolo Paulo registra a certeza da Volta de Cristo sempre com um forte sentido de proximidade. Abra I Tessalonicenses 5:2 e Filipenses 4:5;

     b- Exorta aos coríntios a serem cautelosos em seus julgamentos porque o Senhor virá (veja I Coríntios 4:5);

     c- Em Tito 2:13 os cristão são descritos como aqueles que estão “aguardando a bem aventurada esperança e o aparecimento da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus";

     d- Em Romanos 8:19 ele nos declara que a “ardente expectativa da criação é aguardar a manifestação dos filhos de Deus".

Agora, confira a mesma expectativa acerca da volta de Jesus nas demais epístolas e no Apocalipse:

         >> Hebreus 9:28;

         >> Tiago 5:8;

         >> I Pedro 5:4 e II Pedro 3:10;     

         >> I João 2:28 e 3:2;

         >> Apocalipse 1:7 e 3:11. Veja o que diz o penúltimo versículo da Bíblia Apocalipse 22:20.

Localizado

A EVANGELIZAÇÃO 3

A EVANGELIZAÇÃO E O ESPÍRITO SANTO

Textos Básicos: Jo. 7:38,39; At. 1:8

     A razão de sermos cheios do Espírito Santo não é apenas e simplesmente para ADORAR, ORAR e ter COMUNHÃO na igreja, em função do nosso próprio bem estar espiritual. A razão de sermos cheios do Espírito Santo é para que sejamos TESTEMUNHAS autorizadas do SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO. Nossa vida é alicerçada no Espírito Santo, portanto, não nos é permitido viver uma vida cristã séria, sem compaixão e ação em busca dos perdidos. O maior ATRIBUTO de uma vida cristã de QUALIDADE, é o fato de que ela é TRANSMISSÍVEL, ou seja, a verdadeira vida cristã é abundante e por ser assim ela se alastra, contagiando desta forma as outras pessoas.

     Jo. 7:38,39 “... DO SEU INTERIOR CORRERÃO RIOS DE ÁGUA VIVA”. O QUE SIGNIFICA ISSO???

     Significa: fluir, derivar, sair naturalmente vida através do salvo, tão normal e natural quanto à água que salta ou sai da fonte formando um rio e espalhando vida. É EXATAMENTE ISTO QUE O ESPÍRITO SANTO PROCESSA EM NOSSA VIDA.

     A nossa vida é a BASE DO ESPÍRITO SANTO:

     A nossa ação (EVANGELIZAR).

     A nossa conduta (O modo como vivamos o que falamos).

     O que somos e o que fazemos.

     O Espírito Santo usa-nos para alcançar outras pessoas. A nossa vida é uma espécie de base de lançamento de onde o Espírito se lança para outras vidas. (Assim como há base para lançamento de foguetes para o espaço sideral, também há bases que o Espírito Santo usa para lançar-se para o espaço interior de vidas humanas).

     Obs.: Por isso há algo de errado na vida do salvo que não se preocupa em FAZER DISCÍPULOS. Pois uma fé bíblica e uma vida cristã normal fazem o crente carregar sobre si o peso (responsabilidade) de uma dívida permanente para com os não salvos. Em Romanos 1:14 o apóstolo diz: “EU SOU DEVEDOR...” e quem foi este apóstolo de Cristo? Foi uma das maravilhosas bases que o Espírito Santo usou para se projetar para outras vidas, quem foi estes??

     O Espírito que operou a nossa salvação e que habita em nós, usa-nos como peças fundamentais para chegar a outros e fazer o mesmo. É partindo da nossa vida, o que somos e fazemos (nossa conduta), que o Espírito Santo poderá convencer do pecado da incredulidade e converter outros a Cristo. Isto é maravilhoso, é espetacular, é bom demais; mas acima de tudo; é algo NORMAL e NATURAL, que acontece pelo SIMPLES e PROFUNDO fato de sermos crentes em Cristo Jesus tendo-o como Senhor e Salvador. Jo. 7:38,39.

     Quem crê em Cristo tem a vida de Cristo em seu interior através do Espírito Santo, e esta vida flui naturalmente pelo fruto do Espírito (Gl. 5:22). Isto é maravilhoso... Mas não é algo excepcional, extraordinário... Mas é algo NORMAL.

NOTA: Muito bem, então o salvo (o cristão) tem Jesus Cristo em sua vida através do Espírito Santo, e deve viver Jesus Cristo em sua vida (conduta, procedência, maneira de viver) para que desta forma seja uma base de lançamento do Espírito Santo para alcançar outras vidas.

Continue Lendo . . .

A EVANGELIZAÇÃO 4

A EVANGELIZAÇÃO E O ESPÍRITO SANTO II PARTE

Texto Básico: At. 2:1-47

     No cap. 1º de Atos, Jesus promete a vinda do Espírito Santo e manda seus discípulos aguardarem em Jerusalém. Após dez dias da ascensão de Jesus e passados cinqüenta dias após sua morte, se cumpriu a promessa, que está registrado fielmente em Jo. 14:16-20; 15:26,27 e ainda 16:8-14. Agora no cenário do cap. 2 de Atos cumpri-se de maneira literal o acontecimento histórico A DESCIDA HISTÓRICA DO ESPÍRITO SANTO PRA INAUGURAR DE MANEIRA HISTÓRICA A IGREJA, QUE JÁ EXISTIA DE MANEIRA EMBRIONÁRIA NA TERRA ATRAVÉS DOS QUASE CENTO E VINTE DISCÍPULOS (At. 1:15), E ETERNAMENTE NO PROPÓSITO PERFEITO DE DEUS (Ef. 1:3-5).

ALGUMAS PERGUNTAS FUNDAMENTAIS PARA A COMPREENSÃO DO TEXTO:

     Como os apóstolos pregaram? V. 4 CHEIOS DO ESPÍRITO SANTO.

     Obs.: É bom observar que ser cheio do Espírito é uma ordem para todo salvo. (Ef. 5:18).

     Eles conseguiram comunicar? Vs. 6,11 Conseguiram, e na língua de cada um que ali estava. SÓ O ESPIRITO SANTO FAZ O PECADOR ENTENDER A MENSAGEM DE MANEIRA COMPREENSÍVEL E CLARA NA SUA PRÓPRIA LÍNGUA, GERANDO NELE ARREPENDIMENTO E FÉ.

     O que eles comunicaram? V. 11 As grandezas de DEUS, a mensagem CRISTOCÊNTRICA, a mensagem COMPLETA. E por obra e GRAÇA do Espírito.

     NOTA ILUSTRATIVA: Vs. 22-24, 36... E depois Pedro disse a Tiago que conduzisse a congregação cantando “AO FINDAR O LABOR DESTA VIDA...”, pediu a Felipe para tocar o órgão e aos outros para orarem silenciosamente, enquanto João faria o apelo.

     FOI ISSO QUE ACONTECEU? NÃO, NÃO FOI. Então o que aconteceu? V. 37. Eles perguntaram para os apóstolos o que deveriam fazer para serem salvos. O APELO, O CHAMAMENTO SE DEU PELO ESPÍRITO SANTO. É O ESPÍRITO SANTO QUEM CHAMA, É ELE QUEM CONVERTE. A nossa tarefa é apenas expor a PALAVRA com palavras e conduta.

     E depois? Vs. 38,39 e 40. A parte humana no apelo, ou no chamamento, só DEVE ACONTECER MEDIANTE AUTORIZAÇÃO DO AGENTE DA CONVERSÃO, a saber: O ESPÍRITO SANTO. O Espírito já havia autorizado (v.37) então Pedro continuou.

     Obs.: Apelo não é técnica de sermão, é AUTORIZAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO, autor da mensagem e operador da conversão. Não quero de forma alguma, questionar o trabalho de ninguém. Quero, tão somente, que os irmãos conheçam o que ensina o texto bíblico (nossa fonte de autoridade) sobre o assunto.

Continue Lendo . . .

A EVANGELIZAÇÃO 5

    Nos ensinos e exemplos de JESUS, bem como da primeira igreja (a de Jerusalém), EVANGELIZAR É E ERA SEMPRE FAZER DISCÍPULOS. E isto acontecia da seguinte forma:

     ATRAVÉS DA EVANGELIZAÇÃO PROGRAMADA (At. 5:42) No templo e nas casas anunciando a JESUS.

     ATRAVÉS DA INFLUÊNCIA Através da simples maneira de viver diferente. Mas diferente como? (Roupas, cabelo, braba, rosto pálido ou fechado, sem nunca sorrir?). NÃO, A MARCA NÃO ERA ESSA. Qual era a marca então? Jo. 13:35.

     ATRAVÉS DO RELACIONAMENTO COM AS PESSOAS Os crentes não se isolavam. Seguindo o exemplo de JESUS, eles se relacionavam normalmente com todas as pessoas.

PERFUME E CARTA DE CRISTO

Texto Básico: II Cor. 2:14/3:3

     Como ser perfume e carta de CRISTO sem nos relacionar com as pessoas? Como as pessoas poderão sentir o perfume de CRISTO se nós não o exalar? Como poderão ler a carta de CRISTO se nós não a abrir?

     IRMÃOS aqui está (neste texto) estabelecida a filosofia ou a doutrina dos relacionamentos. Temos que viver e conviver com a sociedade que nos cerca para temperá-la (como se salga carne?). É preciso haver contato, é preciso “esfregar o sal na carne” (não adianta colocar um ao lado do outro apenas).

OBSERVEMOS OS EXEMPLOS DE JESUS CRISTO:

è Jo. 13:1-24 JESUS e Nicodemos. Um grande líder religioso, mestre da lei, “um dos principais dos judeus”.

è Lc. 19:1-10 JESUS e Zaqueu. Chefe dos publicanos (diretor do departamento de cobrança de impostos para Roma), homem odiado pelo povo, homem muito rico e que se destacava no cenário sócio-econômico-político.

è Jo. 4:1-30 JESUS e a Samaritana. Mulher, samaritana, prostituta.

è Mc. 10:17-24 JESUS e o jovem rico. Jovem, ambicioso, materialista.

è Mc. 10:46-52 JESUS e o cego de Jericó. Mendigo, deficiente visual.

è Jo. 12:20 JESUS e os intelectuais gregos. Gentios (não judeus), intelectuais (a Grécia é o berço da filosofia).

     Obs.: JESUS se relacionou com todos da mesma forma, honesta, sincera e amorosamente. Para ELE não havia religioso e incrédulo, rico ou pobre, santo ou profano, estultos ou intelectuais, normais ou deficientes, judeus ou gregos. Com TODOS ELE SE RELACIONAVA.

Continue Lendo . . .

A EVANGELIZAÇÃO 6

    Já sabemos que EVANGELIZAR, segundo Jesus Cristo é fazer discípulos (Mt. 28:19-20). Quero considerar com os irmãos neste estudo algumas condições fundamentais (básicas) para um discípulo fazer discípulos:

1ª) SER UM DISCÍPULO CONSCIENTE

     Observar e guardar tudo que Jesus tem mandado (Mt. 28:20). Mas tudo mesmo!

Obs.: Infelizmente duas coisas tristes acontecem entre os que se chamam cristãos, a saber:

     >>> Muita gente hoje é membro de igreja, mas não se converteu, ou seja, não é crente, não é discípulo, não tem compromisso com Jesus, e logo não nasceu de novo. Estes são os grandes impedimentos para a vida bíblica da igreja.

     >>> Muitos outros são crentes, mas são bebês crônicos, ouvem mas não escutam, parecem viver desligados e indiferentes a ação do Espírito. Então quando a igreja começa a observar a PALAVRA conscientizando-se assim de como deve ser sua vida, estes (o bebê crônico e o crente nominal) pulam fora, saem da igreja, ou então vão para outra onde não serão incomodados com este tipo de comprometimento CONSCIENTE e absoluto com Jesus.

2ª) ESTAR COMPROMETIDO COM A IGREJA LOCAL

     Os discípulos normais são comprometidos com uma igreja local, pois fazem parte do CORPO. O crente que diz e vive afastado da igreja está desobedecendo a Cristo, pois foi o próprio Cristo quem institui a igreja (Mt. 16:18,19). Quem despreza a igreja também despreza o seu Senhor e Fundador Jesus Cristo. O crente sem compromisso com a igreja está em pecado (Hb. 10:25), pois o compromisso real e consciente com a igreja é compromisso com Cristo.

3ª) VIVER E LUTAR PARA SER DOMINADO PELO ESPÍRITO SANTO

     Noutras palavras, ser cheio do Espírito (Ef. 5:18). Uma das coisas mais trágicas da nossa vida de discípulo é o vazio do Espírito. Ficamos sem autoridade, com a vida vazia, com palavras vazias, com o testemunho vazio e inútil. Só uma vida cheia do Espírito Santo nos fará testemunhar com poder e êxito (sucesso).

4ª) VIVER SE EQUIPANDO NA PALAVRA DE DEUS

     O crente que não gosta de estudar a Palavra de Deus, não cresce. O crente que acha que já sabe tudo, NÃO PODE SER EQUIPADO POR DEUS, logo NÃO PODE TAMBÉM SER USADO POR ELE. Temos que ter humildade para aprender, para admitir que não sabemos e desejar ardentemente o alimento espiritual (I Pe. 2:2).

Obs.: Devemos pensar duas vezes antes de faltar os encontros de ADORAÇÃO da igreja, pois neles além de termos a rica oportunidade de ADORAR a Deus, somos também edificados e instruídos na PALAVRA.

Continue Lendo . . .

Versículo do Dia

2Cr 12:8

"Porém serão seus servos; para que conheçam a diferença da minha servidão e da servidão dos reinos da terra. "



by Estudo Bíblico

Família do Reino de Deus

86 - PLÁCIDO E CARRERAS

     Eis uma história que nem todos conhecem mas que nos leva a pensar se precisamos mesmo conviver com a rivalidade. Plácido Domingo, José Carreras e Luciano Pavaroti. Refere-se...

124 - A FACE DE DEUS

     Havia um pequeno menino que queria se encontrar com Deus. Ele sabia que tinha um longo caminho pela frente. Um dia, encheu sua mochila com pastéis e guaraná...

130 - ORAÇÃO INTERCESSÓRIA PELA IGREJA PERSEGUIDA EVANGÉLICOS NO PAÍS DE ERITRÉIA

     Confirmado o lugar onde estão cristãos presos      Pelo menos 2 dos 10 cristãos que foram presos na semana retrasada estão sendo mantidos na delegacia número 7 de...

41 - A BÍBLIA TINHA RAZÃO!

     Você já teve curiosidade em saber por que a Bíblia, o livro mais antigo da história, ainda é o mais lido no mundo? No correr da história, a...

62 - DOUTORAS...

     “Não se preocupe por não poder dar aos seus filhos o melhor de tudo... Dê a eles o seu melhor.”      Certo dia, uma mulher chamada Anne foi...