Bem-vindos à Igreja Evangélica Comunidade Encontros com Jesus

ECLESIASTES 8

Eclesiastes 8:1-17 - Significado e Explicação

8:1 — A expressão idiomática “fazer brilhar o rosto” (leia a bênção levítica em Nm 6:25) traduz a imagem da pessoa estável. Por causa de sua experiência e compreensão no tocante às circunstancias do dia a dia, essa pessoa é capaz de desfrutar da vida e de ajudar os outros.

8:2,3 — Os súditos são compelidos por um juramento de fidelidade a obedecer às autoridades (Rm 13:1-5). Contudo, o comando “nem persistas em alguma coisa má” indica que, mesmo se uma ordem perversa partir de um rei, o responsável por cumpri-la deve resistir ao mal (At 5:29).

8:4,5 — “Que fazes?” Este mesmo questionamento é feito àqueles que têm a pretensão de censurar Deus (Jo 9:12; Dn 4-32). A pergunta retórica equivale a negar categoricamente o poder do rei.

8:6,7 — A expressão “o tempo e o modo” significa a época apropriada para o julgamento. Deus julgará todos; toda questão, até mesmo o julgamento, tem sua hora certa (Ec 12:14).

8:8,9 — Como a palavra “espírito” tem paralelo com o dia da morte, o termo neste contexto significa “força vital” (Ec 3:19).

8:10 — Segundo o autor, foi difícil ver que os ímpios, ao morrerem, foram acompanhados por um cortejo fúnebre da cidade ao cemitério enquanto os justos foram esquecidos.

8:11 — Se não executa logo o juízo. Há casos em que Deus adia a sentença, permitindo ao culpado viver mais.

8:12,13 — O forte contraste entre o homem que teme a Deus e o ímpio nestes versículos é uma marca registrada da literatura sapiencial hebraica (SI 1).

8:14 — Embora pareça haver injustiças gritantes neste mundo, sabemos que Deus está “alinhavando” tudo com Seus bons propósitos (Ec 3:16; 4:3; 7:15).

8:15,16 — Contrastando com a busca frenética pelo sentido de todas as coisas existe o contentamento que Deus, sábio e compassivo, concede àqueles que receberão Suas dádivas de alegria. Eis um dos principais temas de Eclesiastes. O pregador marca o final da terceira maior parte de seu livro com o refrão comer, beber e alegrar-se, atos que o ímpio (tolo) considera como as melhores coisas da vida, sem sequer pensar no Deus vivo. Mas o justo (sábio) sabe desfrutar da vida enquanto pensa em Deus e em Suas boas dádivas.

8:17 — Salomão compara a obra de Deus com a atividade que transcorre na terra. Portanto, não é surpreendente o fato de que os homens não conseguem compreender os feitos de Deus (Ec 3:11; 7:25-29; 11:5-8). O verbo traduzido do hebraico como “diga” também pode ser traduzido neste contexto como “alegue” ou “pense” (ocorre como “pense” em II Cr 13:8).

Restruturado e reformulado, para uso interno da

Igreja Evangélica Comunidade Encontros Com Jesus.

No amor em Cristo,

Pr. Dalton Ramos

Versículo do Dia

Nm 2:12

"E junto a ele armará as suas tendas a tribo de Simeão; e Selumiel, filho de Zurisadai, será príncipe dos filhos de Simeão. "



by Estudo Bíblico

Família do Reino de Deus

118 - ASPECTOS DO SOFRIMENTO

     Era um dia quente de verão naquela cidade do interior do sul do Brasil. Mas apesar do calor a vida deveria seguir seu curso, normalmente. O jovem trabalhador...

90 - DEUS NUNCA ERRA

     Há muito, muito tempo, num reino distante, havia um rei que não acreditava na bondade de DEUS. Havia, porém, um súdito que em todas as situações lhe dizia:...

57 - O PAGANISMO ATIVO EM NOSSOS DIAS

     O tempo certo e com quem começar um relacionamento amoroso sempre despertou o interesse de todos os povos. Antes da vinda de Cristo, os pagãos, por observarem que...

107 - PEDIDO DE UMA CRIANÇA A SEUS PAIS

       Não tenham medo de serem firmes comigo. Prefiro assim. Isto faz com que eu me sinta mais segura.        Não me estraguem. Sei que não devo...

29 - OUVINDO DEUS

     Você acredita no que ouve?????      Eram aproximadamente 10 horas quando um jovem começou a dirigir-se para casa. Sentado no seu carro, ele começou a pedir: - ...